Origem Genética dos Golddusts

 
 

GOLDDUST (OURO EM PÓ)

 

 

    A mutação é causada por um gene recessivo, desta forma este gene era o objeto de estudo de Kirsten Sanchez-Meyer, para se saber mais sobre a cor do Golddust. A cor é produzida por uma mutação genética na pele. A mutação do Golddust  tem início quando a Eumelanina  (preto / cor castanho) é formada na pele, mas não é visível. O Phaemelanin pigmento (cor dourada matiz) é visível na pele e dá à pele a sua cor dourada. Para produzir esta ocorrência da cor, ambos os pais de um filhote de cachorro devem ser um Golddust (que apresentam o gene), ou Biewer Yorkshire Terrier (Golddust Carrier), que carrega o gene recessivo (mas não mostrá-lo na coloração).

    O Biewer / Yorkshire Terrier podem ser um portador do gene e não produzir nos filhotes de cachorro  para a cor Golddust, se nunca forem emparelhados ou cruzados com outro portador do gene Golddust. Dois pais Golddust sempre produzirão filhotes Golddust.

    O Sr. Biewer originalmente mostrou o Biewer, mas não foram aceitos devido  a cor não ser padrão de um Yorkshire Terrier e não seria aceito como um Yorkshire Terrier. Em 1989, o Sr. Biewer escreveu e assinou o padrão para essa nova raça Biewer Yorkshire Terrier á la Pom Pon

Os Golddusts foram aparecendo logo após os primeiros Biewers e sendo registrados.

 

FONTE

 

http://ibc-e-v.iplace.cz/rubriky/standard-plemen

RECONHECIMENTO DA RAÇA NA EUROPA 

 

Os primeiros GOLDDUSTs YORKSHIRE TERRIER foram registrados na Alemanha em 12 de dezembro de 2007. Após os Golddusts Yorkshire Terrier serem reconhecidos, os clubes registrados ofereceram a seus membros a oportunidade de terem um exemplar da raça oficialmente registrada, desta forma estão desfrutando da grande popularidade internacional.

Nosso canil é associado ao clube europeu IBC da Alemanha, desta forma podemos emitir pedigree europeu da raça Golddust Yorkshire Terrier.

 GOLDSPALTER ou GOLDDUST CARRIER, carreador de Golddust

 

    O chamado "Goldspalter" está no fenótipo do Biewer Yorkshire Terrier e Yorkshire Terrier, são animais que carregam o alelo recessivo genotipicamente para cor Golddust.

Eles próprios não são "Golddust Yorkshire Terrier", mas através do  acasalamento direto pode ser transmitida aos seus descendentes, de modo que seus descendentes serão Golddust Yorkshire Terrier.  Assim, o alelo para a cor "Golddust" está retrocedendo, podem serem passadas de forma discreta ao longo de muitas gerações, mas seria óbvio que um dos pais é portador desta cor. A cor destes portadores (o cão que carrega o gene Golddust aos seus descendentes).  Pode ser "Black e Tan" (preto e tan), "Blue and Tan" (azul e tan), ou "Tricolor". A transmissão deste alelo leva sempre para o ouro dos antepassados ​​"(ouro e branco)". Mas isso, como já mencionado, o alelo recessivo, a herança pode ser por tantas gerações indetectáveis.

   Em cães pertencentes a  geração F1  a transferência de genes é confirmado, o animal é "Goldspalter" ou seja carreador de Golddust..

    O fenótipo é o conjunto de todas as propriedades e características observáveis ​​de um organismo vivo. Representa o resultado da interação entre genótipo e ambiente, ou como um organismo em um determinado personagem (personagens) que realmente se parece.

    Geralmente, nós distinguimos personagens codificado na expressão do ambiente, o  fenótipo não tem ou quase nenhum efeito (cor dos olhos, tipo de sangue, a estrutura das proteínas). O fenótipo = genótipo + ambiente,  alelo (ou alelo, alelomorfa) é uma forma específica de um gene, cada gene pode ter uma ou várias variedades de formas: alelos,  onde alelos múltiplos, é um polimorfismo genético.